Sejam Bem-Vindos ao meu blog. Estejam a vontade para pesquisarem suas aulas da EBD, pois temos que oferecer o nosso melhor para Deus.

quinta-feira, 3 de abril de 2014

EBD Juniores CPAD Lição 1 - Joquebede, uma mãe Heroína!


Versículo Chave
Para ampliar click na imagem, após copie
Lembrancinhas



Plano de Aula: Escola Bíblica Dominical.

CLASSE:                                                                                                     LIÇÃO Nº: 01      
PROFESSORA:                                                                                                                 
DATA:                                                          LEITURA BÍBLICA:  Êxodo 2: 1-10
TEMA: “Joquebede, uma mãe Heroína!”.

Objetivo:
·         Mostrar que Deus jamais se esquece de nós ou nos abandona.
·         Demonstrar que devemos amar o próximo.
1º Momento: Oração, Louvor, Chamada, Oferta.
2º Momento: Leia juntamente com as Crianças o Visual Versículo-Chave:... Será que uma mãe pode esquecer o seu bebê? Será que pode deixar de amar o seu próprio filho? Mesmo que isso acontecesse, eu nunca esqueceria vocês.” Isaías 49:15. ( Repita 2 ou 3 três vezes com as Crianças).
3º Momento:
Fale as Crianças:
·         Crianças porque a bíblia compara ‘o amor de Deus’ com ‘o amor de mãe’? Ouça as respostas e só então diga:
·       Atenção crianças este verso bíblico, nos mostra duas realidades: o amor de Deus e o amor de mãe. Deus é o sustentador da nossa vida, o ajudador que não nos desampara jamais; e a mãe, é a expressão desse amor aqui na terra. Com este versículo Deus mostra
quão grande é o amor de mãe a ponto de compará-lo ao seu amor.

·       Neste versículo, o Senhor nos mostra algo que, num primeiro instante, parece até mesmo impossível de acontecer: uma mãe abandonar o seu filho. Mas caso isto ocorra, Deus jamais abandonará os seus. O que mais Deus quer dizer com esta palavra?

·       Pense comigo: se um amor de mãe é tão grande, imagine o de Deus? É interessante observar que Deus não usa alguma coisa da natureza para comparar ao seu amor. Ele usou o amor de mãe, um amor de forte ligação. Desta forma, podemos perceber quão grande também é o amor de uma mãe para com o seu filho.
4º Momento: Você vai precisar de um boneco, tecido e um cestinho de palha. Comente que as mamães se parecem muito com Joquebede, a mamãe de Moisés, elas sempre estão cuidando de nós e nos protegendo.
A medida que for contando a história apresente os visuais.
Questione as Crianças:
·         Quem gosta de brincar de se esconder?
·         Exemplo: Você gosta Juliana? Que legal! E onde você se esconde? Ouça a resposta. É Mesmo?
·         E ninguém te encontra nesse esconderijo? Ouça a resposta.
·         Hoje vamos conhecer a história de uma mamãe que escondeu o seu bebê para que ninguém o encontrasse. Vamos ouvir?
5º Momento: Após conte a história Joquebede, uma mãe Heroína!
6º Momento: Oração – Querido Deus queremos te agradecer por mais um trimestre que se inicia, por cada criança presente, pela sua infinita sabedoria e presença em nosso meio. Senhor Deus, muito obrigado pela minha Família, pela minha mãe, Senhor, ela cuida de mim. Obrigado Senhor porque o Senhor me protege, me ama e cuida de mim.  Nos ajude Senhor a falarmos do seu amor àqueles que ainda não te conhecem. Fica conosco ó Pai, em Nome de Jesus, Amém!
7º Momento: Atividades.

8º Momento: Recorde as Crianças o Versículo-Chave. Apresente a elas o Corinho a ser cantado durante a apresentação da classe. E de forma discreta repasse as perguntas para ver se elas fixaram o tema. Não esqueça de formular 3 perguntas.

9º Momento: Lanche. (antes de comerem agradeçam juntamente com as crianças a Papai do Céu pelo alimento).



Ensinando a Bíblia


  A mamãe Joquebede e o seu esposo Anrão, e os seus dois filhos Miriã e Arão, eram hebreus e moravam em um país chamado Egito.
  Certo dia eles ganharam um bebezinho em casa.
  - Temos que esconder o nosso bebê  – mamãe falou.
  - É mesmo - continuou Miriam.
  O rei do Egito mandou que todos os bebezinhos dos hebreus fossem jogados no rio.
  Por três meses aquela família escondeu o bebê. Miriã e Arão ficavam vigiando e corriam para avisar quando os soldados do rei estavam por perto.
  Mas o bebê foi crescendo e ficando muito forte. Quando estava com fome, ele chorava muito alto. E agora, o que fazer? O bebê não podia mais ficar escondido.
  Então mamãe teve uma idéia:
  - Vou fazer uma cestinha, e quero que todos me ajudem.
  O papai Anrão saiu com Arão. Eles cortaram e trouxeram um punhado de Juncos. Com aquelas folhas mamãe Joquebede teceu um cestinho.

(mostre o cestinho)

  Miriam arrumou a roupa do bebê. Quando tudo estava pronto, a mamãe escondeu o nenê dentro do cesto.

 (mostre o nenê dentro do cesto)

  Agora o bebê tinha um lugar bem macio para ficar bem escondidinho. A mamãe Joquebede para esconder melhor o seu filhinho colocou o cestinho entre os juncos a margem do rio.
 E Miriam ficou de longe, observando a onde iria parar o cestinho.
A filha de Faraó desceu para banhar-se no rio, e as suas empregadas passeavam à beira do rio. Vendo ela o cestinho no meio dos juncos, mandou a sua empregada buscá-lo.
 E abrindo-o, viu
bebezinho, e que o menininho chorava muito; então ela teve muita dó do bebezinho, e disse: Este é um dos filhos dos hebreus.
 Então Miriã a  irmã do menino perguntou à filha de Faraó:
 -  Queres que eu  vá chamar uma ama das hebréias, para que crie este menino para ti?
Respondeu-lhe a filha de Faraó:
 - Vai...
 Foi, pois, Miriam e chamou a Joquebede a mãe do menino.
 Disse-lhe a filha de Faraó:
 -  Leva este menino, e cuida dele; eu te darei o teu salário.
E a Joquebede tomou o bebezinho e o criou.
Quando, pois, o menino era já grande, ela o trouxe à filha de Faraó, a qual o adotou; e lhe chamou Moisés, dizendo: Porque das águas o tirei.


Mais um trimestre se inicia; que você possa se dedicar a esse ministério, apresentando o seu melhor para Deus, se renda a Ele em Orações para que Ele possa lhe conceder sabedoria e criatividade para ministrar suas aulinhas da EBD. Se você tem gostado seja um membro deste blog e deixe o seu comentário.

















Um comentário: